Exausto das fake news | Direitos Humanos | JORNAL PACIFISTA 

Eduardo Ruman (In Memoriam)
Diretor-Presidente
Administrativo e Empreendedor
Denise Ruman
MTB - 0086489
JORNALISTA RESPONSÁVEL
The Biggest and Best International Newspaper for World Peace
BRANCH OFFICE OF THE NEWSPAPER "PACIFIST JOURNAL" in BRAZIL
Founder, President And International General Chief-Director / Fundadora, Presidente e Diretora Geral Internacional :  Denise Ruman - MTB: 0086489 / SP-BRAZIL
Local Chief-Director - Brazil / Diretora-Chefe Local - Brasil :  Denise Ruman
Mentor do Jornal / Mentor of the Newspaper  :  José Cardoso Salvador (in memoriam)
Mentor-Director / Mentor-Director  :  Mahavátar Babají (in memoriam)

Direitos Humanos / 18/05/2020


Exausto das fake news

0 votes


Exausto das fake news

Convivemos diuturnamente com a expressão “ Toda regra há exceção “, desde a nossa infância até os dias atuais, sempre ouvimos essa expressão. Interessante é que vivemos dias difíceis e estranhos, onde essa expressão outrora tão verdadeira, tornou-se vulgar, enganosa, a ponto de tornar-se FAKE NEWS .

Não sabemos mais distinguir as notícias verdadeiras das falsas notícias, as notícias falsas se propagam com tamanha rapidez e se multiplicam igualmente compartilhadas dezenas, centenas, milhares de vezes graça as ferramentas colocadas a disposição da rede mundial de computadores, que milhares de internautas aceitam como verdadeiras tais noticiários, incapazes de analisá-las precocemente, ao contrário ajuda a difundi-las através das redes sociais.

O mundo vive sobremaneira angustiado principalmente nesse dias de COVID-19, são tantas Fake News invadindo o sistema de comunicação mundial, que nós não mais suportamos ouvir ou assistir, rádio, televisão , ou mesmo quaisquer que seja o veículo informativo, porque são sempre as mesmas notícias caóticas acrescidas sempre de informativos falsos, cujo propósito, está fazendo o efeito desejado, qual seja, alienar ainda mais a população, deixando-a enfraquecida, tonta, incapaz de enxergar a trama gigantesca delineada com esse objetivo, a implantação da nova ordem mundial, começando por desmoralizar a família, empobrecer a população mundial, diminuir o seu contingente adoecendo-a através de vírus fabricados em Laboratórios e disseminados ao redor do mundo, atingindo os mais idosos, os mais carentes e os portadores de outras patologias, levando-os a óbito. Em particular o Brasil, que sempre optou involuntariamente pelo jeitinho brasileiro para todos as coisas ao invés da educação acadêmica que desperta as mentes humanas capacitando a todos de discernir o certo do errado, de enxergar novos horizontes, ao contrário, por falta dessa educação

especializada

não consegue diferenciar o modus vivendi dos habitantes de outros países de primeiro mundo que ao contrário da preferência nacional brasileira como por exemplo football, carnaval, bebida alcoólica e tantos outros meios de divertimentos, de lazer, colocados em primeiro plano na verdade em muitos desses países evoluídos prevalecem o estudo, a tecnologia, a saúde, a segurança, a habitação e respeito.

Mesmo assim, esses Países é fato, também não conseguiram isenção do caos, pois que esse é mundial, contudo os métodos usados para suportarem essa pandemia em muito superou as nossas expectativas com certeza porque são pessoas mais civilizadas, mais conscientes, mais despertas e com um maior grau de compreensão também, logo com mais tecnologia e principalmente com menos “ CORRUPÇÃO “.

Vale salientar que uma vez o caos instalados, a perda dos rendimentos responsáveis pela sobrevivência familiar ameaçado em razão da paralisação parcial ou total de alguns segmentos da sociedade civil gera medo, insatisfação, prejuízo, desemprego, proporcionando que o gatilho seja acionado, cujas conseqüências são imprevisíveis.

Nesse leque de opções oriundos dos desdobramentos dos acontecimentos diários, entra a figura detestável de alguns políticos corruptos, dos enganadores em geral, da figura oportunista dos famosos “ HACKER “ , finalmente de parte da sociedade egocêntrica, nasce finalmente a EXPLORAÇÃO.

De todos, os hackers representa a parte suja, indesejável, porque somente prejuízos causam a sociedade como um todo, e nesse leque atinge os Governos e os Poderes, além de pessoas físicas com ou sem posse, porque na verdade o interesse é tomar, desviar recursos, apropriasse do alheio, visando o seu próprio interesse, e sempre deslumbrando uma vida de ostentação sem contudo derramar o suor de seu rosto, consegue por meios ilícitos dados pessoais de terceiros que as vezes são vendidos para empresas sem princípios éticos cuja finalidade é a obtenção de lucros a qualquer custo ou mesmo para usar em transação menos dignas e em proveito próprio sem se preocupar com os danos materiais, morais, financeiros, sentimentais, dentre outros, causados a esses terceiros, legítimos proprietários de tais acervos.

As fake news fazem parte agora, nessa era tecnológica, como sendo absolutamente normal, os responsáveis por elas, useiros e vezeiros dessa prática, muitos já nem se escondem mais como deveriam pelo simples fato de não temerem nem a Deus, e nem a Justiça dos homens. Nem mais ocultam os seus IP, nem mais temem serem detectados pelo braço da Justiça, uma vez preso, por acaso ocorra, logo, logo estarão em liberdade, porque a Lei quando funciona, funciona apena ela a Lei e não mais o Rigor da Lei, bastaria o Rigor da Lei aplicado em todos os crimes, ou seja; menos janelas, menos brechas aí as fake news perderiam seu objetivo.

O Marco Civil da Internet veio recentemente para disciplinar o uso da Internet no Brasil, através de Lei Federal, devidamente promulgada pela Presidência da Republica. Contudo como todas as outras Leis nesse País, continua difícil e raro a sua aplicabilidade, de sorte que continuamos sofrendo com as falsas noticias crescentes e assustadoras sem que a Lei se faça cumprir em todo o seu rigor.

A Lei atual contra esses crimes cibernéticos lamentavelmente não tem sido eficaz. Continuamos a mercê desses Hackers, a própria polícia quer seja Federal, Civil, Militar, dentre outras, incluindo os Serviços de Inteligência deixam em muito a desejar, quer seja por falta de profissionais especializados, quer seja por falta de programação e aplicativos específicos, o fato é que os hackers tem andado à frente, espelhando terror entre suas vitimas. A Lei continua ainda pálida, engatinhando em comparação a mesma Lei, quando aplicada em Países mais sérios. Estados Unidos da America do Norte, Inglaterra, Rússia, Alemanha, Israel por exemplo, destacam-se diante dos resultados positivos em suas buscas intermináveis contra esse mal, amenizando os seus efeitos catastróficos perante a sociedade como um todo. A Lei é forte, e a aplicabilidade dela , ocorre geralmente dentro do Rigor da Lei.

Dessa forma, diminui bastante a invasão desses hackers

Na rede mundial de computadores

Na obtenção de dados pessoais senhas através de plishing

Do acesso remoto através de determinados aplicativos

De mensagens traiçoeiras, contendo vírus e etc, etc.

O lado positivo dessa pandemia na verdade foi a possibilidade das famílias conviverem mais próximas fisicamente falando, de exercerem o amor, a compreensão, de se descobrirem melhor, cada qual com seus defeitos e suas virtudes, de se ajudarem mutuamente e de vencerem bloqueios até então devastadores.

E finalmente por se ocuparem com o amor que desabrocha em forma de solidariedade entre os povos, entre os irmãos e entre as famílias, as mentes humanas a nível mundial, começaram a se despertarem e logo, logo, as Fake News, não mais chamarão a nossa atenção como antes, porque aprendemos a dá valor ao que real. A vida, e vida em abundância. Como prova, cito a audiência da até então campeã, Rede Globo de Televisão, hoje em decadência, foram tantas perseguições, tantas notícias fake, que o povo brasileiro e o mundo, não mais suporta os noticiários ali apresentados.

João Pessoa, 17 de maio de 2020

Miranez.

Agente da WBI/WPO
Embaixador Celso Dias


Comentários
0 comentários


  • Enviar Comentário
    Para Enviar Comentários é Necessário estar Logado.
    Clique Aqui para Entrar ou Clique Aqui para se Cadastrar.


Ainda não Foram Enviados Comentários!


Copyright 2020 - Jornal Pacifista - Todos os direitos reservados. powered by WEB4BUSINESS

Inglês Português Frances Italiano Alemão Espanhol Árabe Bengali Urdu Esperanto Croata Chinês Coreano Grego Hebraico Japonês Hungaro Latim Persa Polonês Romeno Vietnamita Swedish Thai Czech Hindi Você